segunda-feira, 11 de julho de 2016

43ª Semana de Vela de Ilhabela

Depois de três anos ausente voltei a disputar a Semana de Vela de Ilhabela, no período de 01 a 09/07, desta vez na tripulação do veleiro clássico Aventura, do comandante José Guilherme Bastiani, conhecido por Chicão. O Aventura é um yawl de 38 pés modelo Finisterre, projetado pelo famoso escritório naval Sparkman & Stephens, construido em 1957, do qual falarei mais num próximo post. Na tripulação, além do Comandante Chicão e Eu, o casal Hélio Viana e Mara Blumer, nossa proeira Renata Liu, Diogo Nunes e Antônio Felipe de Lima e Silva que revezou com José Ricardo Malheiros.


O Aventura na poita

Foram seis regatas, iniciando pela longa, a Regata Ilha de Toque Toque por Boreste, de 45 km. A qual não concluímos pala parada do vento, Depois fomos terceiros colocados em todas as outras, exceção da terceira regata onde nossa tática não funcionou e fomos os últimos. Uma alegria ter ido ao podium em Ilhabela mais uma vez com o terceiro lugar na classe Clássicos.

Aguardando a hora de largar 


Em plena regata 


Hora do lanche na Regata Ilha de Toque Toque (Foto de Hélio Viana)


Com a vela balão na regata


Ricardinho no tope do mastro do Aventura trocando a lâmpada de fundeio (Foto: Hélio Viana)



AriesIII, um lindo German Frers 43', vencedor da Clássicos, tripulado pelo casal e dois filhos



A tripulação depois da premiação. Hélio Viana está atrás do celular.

Navegar um veleiro clássico tem suas peculiaridades. O Aventura é todo em madeira, inclusive os mastros e os moitões, não tem  self tailing nas catracas, nem stoppers e mordedores, tem um segundo mastro na popa que usa uma vela chamada de mezena. Mas, mesmo com velas bastante usadas e cerca de 11.000 kg de deslocamento tem uma velocidade surpreendente.

Catracas do Aventura

A maior parte da tripulação ficou numa casa alugada, onde a Mara comandou alguns ótimos jantares, os cafés da manhã e os sanduíches nas regatas (sempre variando o recheio), contando com o auxílio da Renata. Vantagem de ter a presença feminina na tripulação. Mas o comandante salvou a ala masculina fazendo um ótimo churrasco.

Registro ainda a presença dos 8 veleiros do ICSC-VI que conquistaram os dois primeiros lugares no Campeonato Brasileiro e na Semana de Vela na classe C30, a mais competitiva. Mais um vice na RGS Geral e RGS C, terceiro na IRC A (com o Terroso). E no vencedor da classe ORC Geral o timoneiro e mais dois tripulantes também eram do Veleiros da Ilha. Além de outras colocações abaixo do podium.

Zeus Team, do Veleiros da Ilha, Campeão Brasileiro e Vice na Semana de Vela na C30

Foi uma semana excelente com dias lindos, nenhuma chuva, temperatura agradável em alguns dias e mais fria em outros, ventos fracos, médios e fortes. E a satisfação de estar outra vez em Ilhabela - um lugar que eu amo - cada dia mais bela e melhor. Agora com todos os ônibus do transporte coletivo novos, com wifi e ar condicionado e, em processo de instalação, transporte público marítimo e internet pública nos principais locais da cidade.

Caminhadas matinais pela linda orla de Ilhabela

Navio Escola Cisne Branco prestigiando o evento (Foto: organização)

Um comentário:

Mara Blumer disse...

Belo post! Gostamos muito de ter você na tripulação. Que venham outras