quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Escala Não Prevista em Itacaré

Sempre quis muito conhecer Itacaré. Na terça-feira (12/08) partimos às 05:20h para chegar pelo mar. Navegamos cerca de cinco horas para percorrermos as 30 mn desde Ilhéus, com vento L-SE de 8-20 nós e mar com 1,5-2m de ondulações de través, um tanto desconfortável. Nesta viagem nos acompanhou o Ricardo Montenegro e sua mulher, que já havia demandado a barra do Rio das Contas em Itacaré duas vezes. Fomos acompanhados pelo Makai, do Renato e Luciana. Planejamos a chegada na maré enchente. Ricardo ligou para um conhecido para saber das condições da barra e êle se ofereceu para guiar-nos já que encontrava-se no barco de um amigo.

Entrando na barra do Rio das Contas em Itacaré.

O Guga Buy também está usando as cartas digitais CCDGold, as quais oferecem uma rota recomendada para a entrada em Itacaré, que se mostrou perfeita. Cada vez mais comprovo que não existem cartas digitais da costa brasileira melhores que a CCDGold. A entrada em Itacaré, sabendo a rota a percorrer e com mar adequado é tranqüila (veja clip).

Praia do Rezende uma amostra das muitas de Itacaré.

Itacaré é mais uma região da Bahia com natureza maravilhosa, praias lindas a maioria propícias ao surf, resorts e pousadas com arquitetura e decoração que utilizam-se muito de elementos naturais como a madeira, fibras (sapé, piaçava) e artesanato. A cidade infelizmente perdeu muito do charme que poderia ter com a ocupação desordenada, q
uase “favelizada”. Uma pena...


Chuva ancorados frente a vila de Itacaré.

(Mais fotos em www.picasaweb.google.com/lflbeltrao/costaleste2008 )