domingo, 10 de agosto de 2008

Levando o Makai para Ilhéus

No final do sábado (09/08) os participantes do CCL2008 iniciaram a saída rumo a próxima parada em Ilhéus, deixando o Rio João de Tiba na maré enchente mais uma vez guiados pelo Carlindo.

No dia anterior ao subir do botinho para seu barco o Cmdte. Renato, do Makai (um Multishine28), caiu e contundiu as costelas, com possível fissura. Pior que os outros dois tripulantes, conforme previsto, desembarcaram em Santo André, ficando apenas o Renato e sua esposa Luciana. Fui indicado pela amiga Mara e aceito para levar o Makai até Ilhéus, o que fiz com muito prazer.

O Makai já ancorado em Ilhéus.

Com as orientações do Renato sobre as peculiaridades do barco e a ajuda da Luciana que é muito safa, vencemos sem problemas as 110 mn até Ilhéus, em cerca de 17 horas. Tivemos vento E-SE entre 9-12 nós e mar baixo mas com ondulações de través.

Por-do-sol na travessia Santo André-Ilhéus.

O curioso desta travessia foi o uso do piloto automático “com que Cabral chegou ao Brasil”. Trata-se de um antigo piloto automático inglês com bússola magnética, cedido ao Makai pelo Cmdte. Zanella, do Guga Buy, em substituição ao moderno ST2000+ que não resistiu a chuva que pegou no trecho Búzios-Vitória.

O piloto automático "do Cabral"

(Mais fotos em www.picasaweb.google.com/lflbeltrao/costaleste2008 )