segunda-feira, 25 de agosto de 2008

A Regata Aratu-Maragojipe

Segundo os baianos a Regata Aratu-Maragojipe, organizada pelo Aratu Iate Clube, é a maior de percurso do Brasil. São cerca de 400 barcos, contando-se as lanchas e saveiros que acompanham o desenrolar. Competidores eram com certeza mais de 250 veleiros entre monocascos, multicascos, monotipos, saveiros e escunas, divididos em muitas classes e três largadas. Só participando para se ter idéia.

Veleiros a nossa ré

São 32 mn de percurso largando entre a Ilha da Maré e a entrada da Baía de Aratu, na Baía de Todos os Santos, e terminando na cidade de Maragojipe, após percorr
er cerca de 7 mn pelo Rio Paraguaçu acima. Nós no Guga Buy - Cmdte. José Zanella, Eduardo Zanella, Eu e o reforço do Maurício "Negão" Rosa, competimos na classe RGS Cruzeiro B e saimos na segunda largada.

Veleiros a nossa frente, já no Rio Paraguaçu

Fizemos uma boa regata com vento de SE mas variando de intensidade, especialmente durante os muitos pirajás. Até agora não sei do resultado. Aliás, durante a regata muitos barcos não obdeceram as determinações das Instruções de Regatas quanto a montagem de algumas bóias de sinalização no canal de acesso a Aratu, nas proximidades da ilha do Medo e no rio. Na chegada, mesmo tendo avisado várias vezes pelo rádio que estávamos cruzando, uns três minutos depois a CR perguntou pelo nome do "barco com um bote vermelho na popa". Enfim, o que vale nesta regata é o visual, a emoção de ver tantos veleiros junto
s, a velejada dos saveiros de pena e de vela de içar e a festa claro, afinal estamos na Bahia...

Saveiro de pena em plena regata

No domingo (24/08) desembarquei do
Guga Buy, que rumou para a Ilha de Itaparica, retornando a Salvador de carona no Samurai Ni, do Cmdte. Marins Camargo. Volto ao Guga Buy no final de setembro, já em Recife, para fazer a Refeno.

Você já tinha visto Optimist com vela balão ?